terça-feira ,21 novembro 2017
Home / Brasil / Pernambuco oferece área de dois complexos inacabados para virarem presídio federal

Pernambuco oferece área de dois complexos inacabados para virarem presídio federal

Reunião com representantes do Departamento Penitenciário Nacional aconteceu nesta segunda (10), no Recife. Estado vem enfrentando superlotação de presídios.

Governo de Pernambuco ofereceu área do complexo prisional inacabado em Itaquitinga para receber presídio federal (Foto: Bancada de Oposição Alepe/Divulgação/Arquivo)

 O Governo de Pernambuco ofereceu duas áreas onde estão sendo construídos complexos prisionais para a instalação de presídios federais no estado. Uma reunião foi realizada entre o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, e representantes do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), nesta segunda-feira (10), para iniciar tratativas acerca do tema.

Em janeiro deste ano, o ministro da Defesa Raul Jungmann, afirmou que pediria para Pernambuco receber um dos cinco novos presídios federais anunciados pelo presidente Michel Temer naquele mês. De acordo com levantamento do G1, Pernambuco é o segundo estado do Brasil com a maior superlotação das cadeias, perdendo apenas para o Amazonas.

De acordo com Pedro Eurico, as cidades de Araçoiaba, no Grande Recife, e Itaquitinga, na Mata Norte de Pernambuco, têm em curso obras de construção de centros de ressocialização e, por isso, foram sugeridas pelo governo. Segundo o secretário, há uma decisão do governo federal de instalar o presídio federal no estado, mas outros pontos devem ser analisados antes da implementação.

“Eles vão analisar aspectos como localização, acesso logístico, distribuição de energia elétrica e água encanada e diversos outros. Caso considerem que estes locais não são viáveis, disponibilizaremos qualquer outro local”, disse o secretário.

Ainda nesta segunda-feira, os representantes do Depen, junto a uma equipe de inteligência, visitam os dois centros de ressocialização inacabados em Pernambuco. As obras em Itaquitinga estão paradas desde 2012 e foram retomadas em dezembro de 2017, com previsão de finalização de algumas unidades em agosto deste ano. O presídio de Araçoiaba tem previsão de entrega para 2018.

Problemas

Os presídios de Pernambuco vem enfrentando problemas, com histórico de superlotação e até mesmo fuga em massa. O estado responde a um processo na Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), da Organização dos Estados Americanos (OEA), devido a denúncias de violação de direitos humanos no Complexo Prisonal do Curado, na Zona Oeste do Recife.

Vídeo mostra festa dentro da Colônia Penal Feminina do Recife

No começo do ano, um vídeo, que teve autenticidade confirmada pelo Governo do Estado, mostrou uma festa com direito a álcool e drogasrealizada pelas presas da Colônia Penal Feminina do Recife, no Engenho do Meio, na Zona Oeste da cidade.

Nas imagens, é possível ouvir as detentas chamando o evento de “Bonde do Prato”, em referência ao consumo de drogas, possivelmente cocaína. Na gravação, presidiárias também aparecem com celulares e tiram fotos, enquanto dançam e ouvem música. A maioria se exibe com copos na mão e o clima é de animação.

Vídeo mostra briga de facões entre dois detentos do Complexo do Curado

Já em outubro de 2016, vídeos mostraram lutas de MMA no estilo UFC sendo promovidas nos pátios das unidades prisionais no Complexo de Presídios do Curado, Zona Oeste do Recife. As imagens são fortes. Uma imensa plateia formada por detentos acompanha e vibra com dois presos irem ao chão trocando socos e pontapés, no meio do pátio. Por perto, nenhum carcereiro ou autoridade do estado para encerrar a briga.

Também no Complexo do Curado, um vídeo divulgado em setembro mostrava uma briga de facões entre dois detentos do presídio Presídio Juiz Antônio Luís Lins de Barros (PJALLB). O caso ocorreu no pavilhão P do PJALLB. Nas imagens, é possível ouvir gritos de incentivo enquanto dois detentos, um só de calção e outro de camisa verde, “duelam”.

Fonte: G1 PE

Você pode Gostar de:

fuzil

Comissão do Senado aprova projeto que torna crime hediondo porte ilegal de fuzis

Proposta, que também vale para outras armas de uso restrito, ainda será votada pelo plenário …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *